As definições de Izabela foram atualizadas

Olá 2017, tudo bem contigo? Como vai a família? Os amigos? E o amor? E as lembranças? Quanta coisa tu me trouxe dessa vez ein? Quanta superação e batida de frente que tu me deu!

De todos os 19 verões que já vivi, este foi o mais intenso até o presente momento. O que dizer de um ano que me pôs a prova diversas vezes? Existiam coisas que eu duvidava de mim, e da minha capacidade de ser ou agir, mas dessa vez eu me superei!

No meio dessa corrida foram tantos obstáculos que eu pulei, alguns eu dei uma engalhada de pé e derrubei a mureta, só que ai eu levantei e segui em frente, outras a mureta seguiu agarrada no pé e eu segui correndo com ela arrastando mesmo, foda-se. Em outros eu até consegui pular e corri mais rápido que o Papa Léguas. É 2017, nesse conjunto de números ninguém me parou.

Houveram momentos que a vida meio que quis estagnar, ai eu olhei e disse: O QUE? Não eu! Bati o cabelo como qualquer mona e segui meu baile. Alguns deles eu até meio que quis ficar no chão, lutar? Pra que, não dá mais, não consigo! Mas que não consegue o que guria, te ajeita e vai que dá certo sim porra! Tá com medinho? Vai com medinho mesmo então! Ah como eu tô orgulhosa de tu, e de todas as merdas e coisas boas que tu me trouxe. Este ano foi o que mais cresci como pessoa, que mais me desenvolvi como filha, irmã, namorada, líder. Quando eu achava que não poderia mais mudar, que minha cabeça tava feita, tudo foi lá e virou do avesso.

O mais bacana disso tudo, é saber que a minha evolução não fez com que minha essência ficasse pra trás, e acho que isso é o mais legal. Saber que você evoluiu, que você mudou mas que suas ações, a forma como você lida com o mundo jamais mudará. Diante de todas as minhas dificuldades e tropeços, jamais tirei o sorriso do rosto, e pelo contrário, fazia questão de expôr um a cada dia.

Na vida, e tudo que acontece com a gente, é fruto de quem nos mostramos a ela. Se você acordar pensando que seu dia será um horror, é isso que ele vem a ser. Se você abre os olhos e canta e esbanja felicidade desde esse momento, é isso que a vida retorna pra ti. Não vou dizer e mentir que foi fácil, muito pelo contrário, houve alguns dias que eu me perguntei por que? Pra que fazer isso? Qual o sentido? Será que não é coisa da minha cabeça não? Positividade? É de comer?

Mas ai eu descobri a fórmula mágica que te ajuda em tudo: amigos. Eles vão sempre ser os responsáveis, e serão seus galhos pra que você não caia do penhasco, mas pra que suba devagar, mas que vai chegar, ahhhhhh se vai!

2017 foi o ano que me desenvolvi como líder, é meio estranho falar isso, vindo de alguém que não sabia da força que existia, mas por fim eu descobri. Descobri que mesmo você sendo um serzinho de uma cidade minúscula, como eu, pode ser capaz de inspirar outras pessoas a seguir seus sonhos, e brigar pelas suas vontades. Que o limite, na verdade é algo colocado de nós a nós mesmos, para a nossa cabeça, e que se você quiser, consegue sim! Nada pode te parar se você acreditar na força que tem, e mesmo que até você duvide e tenha medo, meu filho, vai com medo mesmo!

Faça dessas frases que você lê e compartilha no Facebook, Twiiter ou Insta, valerem não só a pena, mas a galinha toda. Pega esses rabiscos e faz com que eles se tornem suas leis, metas, objetivos.

Isso é outro recado, não viva sem objetivos. Tudo de bom que me aconteceu esse ano, foi por que vivi com propósito, meu desenvolvimento, meus clientes, tudo tinha um motivo. Viva, e não apenas exista. Deixe sua marca na história, faça esses novos 365 dias valerem, não seja mais um que espera pelo próximo ano, pula ondinha de Iemanjá e espera tudo vir do céu!

Cresça, se desenvolva, amplie sua mente a novos lugares, possibilidades, desafie-se. Não pare no tempo, não espere coisas novas, não queira resultados diferentes fazendo as mesmas coisas.

Foi por isso que 2017 foi O ano pra mim,e 2018 será ainda melhor, por que eu sei o quanto posso crescer, eu sei que novas batalhas vão vir, algumas delas talvez eu não vença, é verdade, mas enquanto eu estiver de pé, vou brigar. E se a vida tentar me derrubar, eu faço um burpee, e começo de novo.

Pule as ondinhas quando der 00:00, mas para cada pedido se comprometa para que ele se torne real, Deus, deusas, entidades ou qualquer outra coisa não vai trazer isso pra você de mão beijada. E posso te garantir, de todas as batalhas que você enfrentar com unhas e dentes, quando a vitória chegar (e ela chega tá?) será extremamente recompensador, muito mais que se tudo caísse do céu.

Ano, muito obrigado por cada rasteira, empurrão, brilho, estendida de mão, tapa, abraço, de certa forma, tudo de ruim e de bom que aconteceu, sem isso tudo eu não teria crescido e amadurecido.

Pode vir mais, que o sorriso e a vontade de vencer estarão sempre aqui.

Com amor,
Capivara.

Você também vai gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *