Tag: Liebster Award

Pela primeira vez aqui no blog fui indica a uma tag pela Letícia Pacheco do blog Bah Letícia (valeu!) e to muito contente de responder. Então não vou me estender muito e vamos a tag.

1. Escreva 11 fatos sobre você.
2. Responda às perguntas de quem te indicou.
3. Indique de 11 a 20 blogs com menos de 200 seguidores.
4. Faça 11 perguntas para quem indicar.
5. Coloque a imagem que mostre o selo Liebster Award.
6. Link quem te indicou.

11 fatos sobre mim (eu nunca sei responder esse tipo de coisa)


1. Sou do signo solar Áries com ascendência em Câncer e lua em Leão.
2. Normalmente quando ninguém pode ou quer sair comigo eu simplesmente vou sozinha.
3. Tenho uma risada alta e escandalosa.
4. Meu fraco na dieta é o doce.
5. Amo ganhar presentes (meu aniversário tá perto gente, só pra avisar)
6. Sou apaixonada por Redes e apanhei muito no CT, mas me formei!
7. Sinto um prazer enorme em fazer os outros rir.
8. Falo sozinha tipo, demais.
9. Sou muito consumista.
10. Assisto umas 500 séries ao mesmo tempo.
11. Não gosto quando falo que moro em Tubarão e alguém diz “Nossa você mora na cidade do Luba, vê ele frequentemente?”

Respondendo as 11 perguntas de quem me indicou

1. Como decidiu ser blogueira? Já tenho blog a vários anos mas sempre começava e parava por motivos maiores de preguiça mesmo, mas dessa vez resolvi vir pra ficar por que adoro compartilhar minhas coisas com os outros, experiências, dicas, e outros afins.
2. De onde vem o nome do seu blog? Essa é a parte mais legal e que todo mundo sempre me pergunta. Pra quem não sabe eu moro em uma cidade chamada Tubarão aqui em Santa Catarina, e quem nasce aqui é Tubaronense. Logo… haha
3. Quais são suas maiores dificuldades na blogsfera? A divulgação. É muita gente olhando pra própria cola e não ajuda os outros.
4. Quais são suas maiores motivações? Meus amigos.
5. Qual seu sonho? A gente não deve contar sonhos né? Mas um deles é trabalhar na minha área de amor <3
6. Qual seu estilo? Depende de como eu acordo, tem dias que to emo dark gótica casada com as trevas, e no outro to só flores e coisas delicadas
7. Quais são suas blogueiras preferidas? A Bruna Vieira do DDQ.
8. O que chama sua atenção em um blog? O layout e o tema da postagem.
9. Qual sua música preferida? Também depende muitíssimo do dia, mas acredito que I trought i lost you da Miley com o John Travolta.
10. Qual seu maior medo? Barata, balão e qualquer tipo de bombinha.
11. Qual foi sua maior realização? Passar na faculdade federal, apesar de não ter conseguido cursar 🙁

Blogs que eu indico para responder a tag

Perguntas: Há quanto tempo tem o blog/canal? Qual filme te fez chorar e por que? Seu livro favorito? Qual sua youtuber favorito/a?, O que te motiva a continuar com o blog/canal? , O que seus pais/familiares pensam sobre você ser blogueira ou youtuber? Instagram clean ou dark? Uma pessoa que é inspiração pra você (cantor, atriz, youtuber..) Qual sua comida favorita? O que um homem tem que ter pra te conquistar? Qual sua frase favorita?
Espero que vocês tenham gostado da tag e de me conhecer um pouco! Não esqueça de curtir a fanpage do blog e me acompanhar nas redes sociais @izabelacarrion. 

Beijo!

Continue Reading

Projeto #BocaFechada

Uma das melhores coisas quando a gente decide entrar na dieta é quando tem mais pessoas com o mesmo objetivo que você, assim não desanima ir pra academia (odeio), correr, comer direito e uma infinidade de coisas. 
Eu já vinha a um tempo querendo montar um projeto fitness para – tentar – inspirar outras pessoas a seguir nessa vida também, mas sem todo aquele frufru e loucuras de dieta. Afinal a gente sabe que a crise uma hora bate na porta e não dá pra gastar muito né? E não só a preocupação em emagrecer e ganhar massa, tudo mais, mas sim ter uma alimentação mais saudável. Não só por esses 90 dias que é o tempo de duração do projeto, mas sim pra uma vida toda.
É claro que a gente não deixa de jacar de vez em quando, comer uma pizza, um fast food é bom e todo mundo sabe disso, só que não podemos ingerir isso durante vários dias da semana. Já vi pessoas em plena segunda feira sentadas em uma barraquinha de cachorro quente, e por que gastar tanto em alimentos que não te trazem benefício (a não ser pro estômago)?

Segundo o site Abeso (Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica) Em nosso país a obesidade vem crescendo cada vez mais. Alguns levantamentos apontam que mais de 50% da população está acima do peso, ou seja, na faixa de sobrepeso e obesidade. Entre crianças, estaria em torno de 15%. No último levantamento oficial feito pelo IBGE entre 2008/2009.

Por fim, a finalidade do projeto tanto nós como participantes e vocês como leitores é a de iniciar e se manter em uma vida mais saudável, existem diversas possibilidades de mudar isso como academia, treino funcional, reeducação alimentar, então por que não tentar com a gente? Gravei um vídeo pra explicar um pouco mais sobre o projeto, duração e tudo mais.

Vídeo? É ISSO MESMO BRASIL, a Izabela pela primeira vez na vida ligou a câmera do celular e gravou com essa voz de taquara rachada que tem. Espero que dê pra entender tudo, qualquer dúvida deixem nos comentários e vou deixar o link dos blogs e canais das meninas pra vocês entrarem nessa junto com a gente <3

Carol Caputo do blog Mundo da Caputo
Bruna Lipari do canal Bruna Lipari
Isabelly de Oliveira do blog Caprichando na Vida
Jana santos do blog Oh Preta
Mariana Sperafico do blog Mariana Sperafico
Ainá Winnie do blog Estrelar
Gleyci Rodrigues do blog e canal Mundo Rosa
Carol Malaquias do blog Little Dreamer
Jessica Milesi do blog e canal Mistura d Moda
Thacia Evellin do blog e canal Thacia Evellin
Gabrieli Vieira do canal Gabrieli Vieira
Mib Caviccs do blog e canal Empilhando Ideias
Maria Ramos do canal Summer Loft
Pri Silva do blog It Morenice
Continue Reading

A escolha é sua: Design de Moda

Créditos: Marianne Grasso

Há um tempo atrás iniciei uma tag aqui no blog chamada “A escolha é sua” baseado em um texto que publiquei aqui também sobre as escolhas que devemos tomar em nossas vidas depois que o ensino médio acaba. E continuando essa tag a profissão da vez é Design de moda, uma das profissões que as pessoas já acharam que combinava comigo – só que não né mores –
“Este profissional é especializado em criar e comercializar vestuário e acessórios. Ele desenha peças de roupa, joias, cintos, bolsas e calçados, preocupando-se com os estilos e tendências da moda. Analisa o comportamento dos consumidores que pretende alcançar e faz a promoção das vendas. Na indústria têxtil, é responsável pela aquisição de matérias-primas e pelo desenho de estampas. Como gestor, pesquisa o mercado consumidor, estabelece estratégias de marketing e cuida da promoção de vendas. Está habilitado também a trabalhar no departamento de compras de grandes magazines, ou prestar assessoria de moda para grandes lojas. Neste caso, o profissional define a disposição dos produtos nas vitrines e escolhe as coleções a ser compradas. É possível ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia” Fonte: Guia do Estudante  

E pra falar um pouco mais sobre essa profissão resolvi convidar uma amiga minha que entrou pra esse mundo e falar um pouco sobre o que é o curso e qual a experiência dela. O nome dela é Marianne Grasso, também é aqui de Tubarão – SC, tem 18 anos e é posso considerar ela um “arco-íris” por sua beleza e estilo bem colorido! 
IzabelaCarrion: Por que escolheu Design de Moda?

MarianneGrasso: Eu SEMPRE gostei de fazer minhas próprias coisas desde nova, começando na customização de roupas e até mesmo decoração no meu quarto. Com o tempo foi virando uma terapia pra mim inventar estilos diferentes e consequentemente uma paixão, não tinha como não escolher fazer moda com tudo isso né?

 

IC: Teve muita dúvida para escolher o que queria seguir ou já sabia?

MG: Eu já sabia que tinha uma paixão enorme por Moda, porem muitas pessoas me criticaram na escola, no trabalho, nos cursinhos, resultando na minha indecisão na escolha de qual profissão deveria seguir na minha vida.   

IC: O que sua família achou de você escolher esse curso? 
MG: Olha, FOI UMA GUERRA! Haha, eu sempre fui aluna de tirar notas boas no colégio, minha família esperava que eu fizesse o curso de direito, administração, fisioterapia, fonologia, arquitetura e uma infinidade de coisas que eu não tinha nenhum prazer. Foi difícil pra mim fazer eles aceitarem, ou até mesmo me apoiarem. Minha mãe dizia que eu não deveria desperdiçar meu aprendizado fazendo moda, minha irmã fez de tudo pra eu escolher outro curso. Mas quando o coração fala mais alto nós temos que ser fortes, e fiquei firme na minha decisão. Hoje a minha mãe é a pessoa que mais tem orgulho da minha escolha, ela me dá total apoio e me ajuda muitas vezes nos trabalhos. A minha irmã que não apoiava hoje trabalha no meu ramo e quer até que eu vá trabalhar com ela. O mundo da voltas não é mesmo? O meu pai sempre deu apoio desde que eu estudasse! Eu fico muito contente em ter conseguido mostrar pra eles o quanto eu amo Design de Moda, o mais importante de tudo é ter a família ao seu lado, e não tem coisas melhor do que eles te apoiarem e incentivarem. Sabe o que é todos os seus amigos falarem “ Mari tu tem que fazer moda, é a tua cara” e sua mãe não ficar orgulhosa disso? Então minha gente, vocês podem ter 50 amigos mas nada se compara a palavra da sua mãe. No dia que eu li um comentário dela falando “ eis meu maior orgulho ” eu chorei HORRORES e agradeci muito a Deus por ter me ajudado a mostrar a ela o quanto eu quero isso! (Meio dramático né? Mas foi f#da)
IC: Já ouviu muita crítica no sentido de “isso não dá dinheiro”? E qual foi sua resposta para isso?

MG: Se eu contar quantas vezes ouvi isso a gente fica até amanhã. Gente, quem dá dinheiro é Mãe, Pai e Vó, o resto tem que batalhar mesmo! É bem normal quem faz moda ouvir isso, eu sempre respondo que quem tem dinheiro é porque ralou pelo mesmo, independe do curso que você faça o lucrar só vai depender de uma pessoa: VOCÊ! Eu conheço pessoas que se formaram em odonto e trabalham como administrador, qualé, odonto não da dinheiro?! Por favor, a galera tem que abrir um pouco mais a cabeça e ver que se você quer ter algo na vida tem que correr atrás e não fazer “cursos que dão dinheiro” porque na real, a gente paga pelo curso e não ele paga a gente!

IC: Resuma em algumas palavras o curso de Design de Moda. 
MG: GRATIFICANTE. O curso é apaixonante a cada matéria, cada vez tenho mais certeza que eu estou no lugar certo. O mesmo nos treina a serem pessoas  mais criativas e habilidosas não só com roupas, mas com vitrines, fotografias, projetos etc. A moda te leva a lugares que você nem imagina nos estudos, faz você perceber o que as coisas mais estranhas são as mais inspiradoras e bonitas. 


IC: Já teve alguma peça que saiu dos croquis e foi para a passarela? O que você sentiu vendo alguém desfilar com ela? 
MG : EU CHOREI! KAKA. No curso de Design de Moda da Unisul nós temos uma matéria chamada Projeto Autoral em todos os semestres, nós temos que desenvolver a roupa e o tema segundo a Banca da faculdade. Semestre passado nós tínhamos que criar um look completo conceitual inspirado no Cubismo. Graças a Deus deu tudo certo e minha modelo desfilou maravilhosamente perfeita. Foi um sentimento fora do comum, eu só conseguia pensar “ aquilo foi eu que criei, se eu posso fazer isso sou capaz de muito mais coisas” No dia do desfile, eu também estava de modelet para uma formanda, então tive que assistir escondidinha atrás do palco. Eu consegui ver pouco dela desfilando, mas MANO DO CÉU eu tremi que nem um terremoto de nervosismo, gratificação, felicidades, olha FOI DEMAIS!

IC: O que diria para as pessoas que pensam em seguir essa profissão e qual conselho dá a aquelas que ainda não sabe o que escolher? 
MG: Pra quem quer seguir essa profissão, só lhe digo uma coisa: É DEMAIS! A moda é incrível, te leva a olhar o mundo de outra maneira!
Faça o que você gosta acima de tudo. Independe do curso que você escolher vai ter que ralar muito! Eu me lembro que tinha semanas que eu dormia 4 horas por dia por causa dos trabalhos da faculdade, e ainda tem uns lindus ai que falam “ Moda? Eles só ficam brincando” Você pode querer Medicina, Direito, Ed. Física, Pedagogia e enfim, TODOS você vai suar pra c#ralho! Agora imagina você ralando por algo que você odeia?! Ruim né? Você vai trabalhar de um jeito ou de outro, mas depende apenas de ti trabalhar com amor. E não venham com essa de “ duvido se tu trabalhar em algo que não gosta mas ganhar 10 mil por mês vai gostar. Não, nós temos apenas uma vida, e eu não quero viver ela por dinheiro, e sim por amor! 
IC: Quais são seus planos para depois de terminar a faculdade? 
MG: Pretendo fazer especialização em Fotografia de Moda, e já estar atuando na área de Moda claro.
Espero que vocês tenham gostado dessa entrevista e se quiserem acompanhar essa linda no insta é só seguir @mari_grasso.
Não deixem de curtir a fanpage do blog e me seguir nas redes sociais, 99% é  izabelacarrion e aquele 1% também haha. Beijo!
Continue Reading

DIY: 1 abadá, 4 customizações

Quem é que sempre deixa pra comprar as coisas na última hora levanta a mão o/
O último post dessa semana a respeito do carnaval é um DIY para você mesmo que comprou o seu abadá de última hora e não tem costureira disponível. Mas por que não utilizar apenas estilete e tesoura? 
No DIY de hoje trouxe para vocês 4 customizações de um abadá que fiz utilizando materiais simples que qualquer um tem em casa (parece o ArtAttack da Disney)  Mas, vocês também podem usar e abusar da criatividade com uma coisa maravilhosa chamado cola Pegamil. Que é uma cola maravilhosa pra tecido!  Vamos ao tutorial?
Você vai precisar de:
 1 – Abadá (Mas se estiver com medo de fazer no próprio abadá logo de cara, faça em uma blusa mais velinha) 
2 – Tesoura
3 – Estilete
4 – Compensado de madeira
5 – Caneta, lápis ou giz

Antes de eu customizar qualquer camiseta minha eu sempre gosto de cortar a gola rente a própria costura, pra não exagerar no corte logo de cara. Então marque com uma caneta aonde está a costura da cola e use ela como medida. Também gosto de cortar a barra da blusa da mesma forma que a gola, seguindo apenas a linha da costura.
Para a primeira customização, dobrei a manga do abadá e a partir da costura medi cinco dedos tanto do lado esquerdo quanto direito e marquei com a caneta preta. A seguir, fiz um pequeno (sim muito pequeno) corte no abadá bem onde marquei com a caneta, e cortei rente a costura da blusa até o outro ponto marcado. Por fim, cortei em um formato oval a fim de deixar um buraco na manga assim como na terceira foto (fiz o pontilhado pra vocês terem uma ideia, já que a gênio esqueceu de fotografar)
Repita o mesmo processo na outra manga e o primeiro estilo está pronto!
Dica:  Se você achar que seus braços vão ficar muito a mostra, pode colocar correntes de um ponto a outro, dando apenas um simples ponto com a linha e agulha.

 Primeiro look

A nossa segunda peça será uma regata cavada. Eu adoro esse estilo de regata e acho que combina muito com sutiãs de renda, ou com um strappy bra
Para isso medi dois dedos a partir da manga nos dois lados e marquei com a caneta, e também dois dedos debaixo da manga para ser o tamanho da cava e cortei.
Como achei que a “alça” da regata havia ficado muito quadrada e grande, medi mais dois dedos a partir da gola e cortei mais um pouco. Em seguida medi quatro dedos abaixo da manga para deixar a regata mais cavada ainda, mas você pode cavar mais dois ou três dedos. Assim minha regata ficou um pouco mais caída nos ombros e cavada!
Segundo look
Já no terceiro look é o meu favorito e adoro fazer em toda e qualquer blusa que seja larga e comprida. As franjas! Acho franjas um charme a mais na roupa e realça muito pra quem tem corpo definido (não é meu caso) se for bem curtinho. 
Esse é o mais fácil de todos, basta você medir um dedo ou menos a partir da costura lateral, e cortar até a altura que você deseja, tanto na parte da frente quanto na de trás, e posteriormente puxar todas as franjas para que elas “enrolem”
Terceiro look
Na última peça vocês iram utilizar nada mais nada menos que os dedos, sim galerinha, sem cortes nem nada. Uma das formas de deixar as franjas tradicionais um pouco diferentes, é amarrando uma pontinha a outra formando uma rede como a da foto acima.
É isso ai ermões, espero que vocês curtam bastante o Carnaval, se você ainda não sabe que make usar é só olhar essa postagem aqui. Se divirtam, cuidado com a bebida, não aceita nada de estranhos – bem mãe né – mas sério gente, espero que cuidem de seus forninhos e nos vemos semana que vem!
PS: Semana que vem tem vídeo meu por aqui e projeto novo AHÁAA!!
Me sigam nas redes sociais e curtam a fanpage do blog 
Continue Reading

Inspiração: makes para o Carnaval

O feriado favorito da maioria do povo está chegando, basicamente 4 dias em que ouviremos Wesley Safadão e outras músicas chicletes por aí. É após ele que dizemos “agora sim o ano começou” apesar de que pra mim já iniciou a muito tempo mas enfim. 
Eu sempre gostei do carnaval e de todo frufru que ele traz, a liberdade que te proporciona você homem se vestir de mulher e você mulher se vestir de homem, se fantasiar de um personagem, por fim ser ridículo em conjunto. Mas, há pessoas que preferem passar toda essa folia em blocos com seus abadás e tudo mais, e pensando nisso resolvi trazer alguns tutoriais de make para você utilizar no carnaval. Seja em desfile, para ficar em casa com os parentes ou para sair em algum bloco.
1 – Maquiagem da Anitta em “Essa mina é louca” por Karen Biachini
2 – Batom preto com glitter por Ana Julia Oliveira
3 –Marilyn Monroe Makeup tutorial por Natasha Marques 
4 – Maquiagem inspirada na mulher gato por Camila Coelho 
5 – Maquiagem inspirada na Barbie por Gracielle Pereira
6 – Maquiagem de Cervo por Rosto de Neve (a minha favorita ♡)

7 – Maquiagem que te deixa muito gata por Bianca Andrade (goXXXXXXXXxxtosa!)

8 – Olho tudo, boca tudo por Elaine Berto

9 – 1 make, 4 batons por Carla Beattriz

10 – Maquiagem cara de rica 2 por Bianca Andrade 

Bom gente eu tentei reunir maquiagens artísticas pra quem vai sair na rua aloka fantasiada, e makes mais simples pra quem vai em baladas simples e tudo mais. 

Não esquece de curtir a fanpage do blog pra acompanhar mais novidades einn!
Espero que gostem dos tutoriais, um beijo, um cheiro e até a próxima!

Continue Reading

Que bicho é esse de blogueira e youtuber?

Vivemos em um mundo que está sendo dominado por pessoas que constroem seus próprios sites que é chamado de blogs, e de outra parte da geração que liga uma câmera e começa a falar, os youtubers. Há quem faça as duas coisas e eu simplesmente admiro por conseguir lidar com duas coisas tão trabalhosas ao mesmo tempo, e tem pessoas como eu que fazem apenas um. E cada vez mais isso tem se tornado título de profissão, sim meus caros leitores, estar no blogger ou no youtube é sinônimo de profissão! Mas o que é ser blogueiro(a) ou youtuber? 
É ter de ouvir das pessoas “isso não dá dinheiro”, “isso não é uma ocupação”, “não dá trabalho algum escrever/filmar bobagens” É gravar um vídeo por 3 vezes por que por algum motivo deu errado ou um barulho monstruoso no fundo, ou corrompeu, alguma coisa aconteceu! Sofrer de bloqueio criativo e ficar visitando coisas antigas ou dos colegas de blogosfera atrás de algo pra escrever, estar 99% trabalhando ou realizando simples funções do dia mas aquele 1% tá pensando na postagem que tem que terminar em casa. 
Divulgar a sua postagem incansavelmente e pular de alegria a cada comentário/visualização/curtida,  sentir as borboletas no estômago quando alguém passa por você na rua e te reconhece pelo seu trabalho,  alcançar aquela meta em pouco tempo sendo que você achou que ia levar meses pra isso acontecer, morrer de amores por pessoas que moram tão distante de você já que isso também é lugar de fazer amigos. No entanto nem tudo são flores pois nós também recebemos comentários negativos, xingamentos e muita inveja, plantar a sementinha da discórdia algumas vezes. Uma vez que nos tornemos figuras – de certa forma – públicas e colocamos nossas opiniões nas coisas também estamos sujeitos a coisas grosseiras. Sabe quando você tem a certeza que é de fato um youtuber ou blogueiro? É quando a gambiarra pra gravar ou fotografar começa! hahaha

Estar nesse mundinho virtual é querer compartilhar todas as suas dicas e manhas com pessoas que você não conhece e acolhe-las em seu coração como se realmente fosse uma família. É postar o que gostaria de ler em outros lugares, é rir com situações que acontecem conosco na hora do flash, querer fazer resenha de tudo, vibrar a cada parceria como se fosse um gol.

Mas sabem meus caros, a única coisa que dá dinheiro é Mega-Sena e Trimania de resto você tem que trabalhar e ir a luta pra conseguir o que quer, uma vez que depois de grandes nem nossos pais nos dão mais dinheiro. E para cada pessoa que perde seu tempo com comentários pejorativos sobre nossas crenças, sotaque ou qualquer coisa: isso não nos abala. Sempre gosto de dizer que é melhor dar atenção a aqueles 50 comentários que te agradam do que aquele único que provavelmente foi ali e nem assistiu seu vídeo ou leu o seu conteúdo, simplesmente te julga sem conhecer. Isso vale para aquelas pessoas que vem com comentários inúteis como “achei sua opinião um lixo” “você não deveria estar aqui” e não para quem te dá todo um embasamento na hora da crítica tornando ela construtiva.
Só tenho a agradecer por escolher um hobby tão gratificante pra alma, por conhecer pessoas tão gentis nesses grupos (BGS, BE, BIS, BV, BDMD e BGA ♡) a fora que te ajudam, te animam quando você pensa em desistir desse mundinho, te dão várias dicas a fim de que você cresça e dê belíssimos frutos com o blog/canal. Enfim, pessoas que acabam se tornando suas amigas ou que sempre te respondem nas interações da vida fazendo suas notificações irem as alturas! E sabe o mais legal? Encontrar pessoas que moram pertinho de você e gostam de fazer a mesma coisa

Só desejo que vossos blogs e canais cresçam, já tive a oportunidade de conhecer um mais interessante que o outro com conteúdos que valem a pena serem lidos. Por que são criadores de ótimos conteúdos apesar de que não possuam milhares e milhares de visualizações.

Texto dedicado a todas as pessoas que participam do 
BGS (Blogueiras, Gurus & Seguidoras)
BIS (Blogueiras Iniciantes de Sucesso) 
BE (Blogueiras Ever)
BDMD (Blogueiras de Mãos Dadas)
BGA (Blogueiras, Gurus e Amigas)
BCSC (Blog/Canais de Santa Catarina) e
BV (Blogueiras Vips)
E aos demais grupos no facebook, Google+ e outros possíveis que nos proporcionam divulgar nossos trabalhos


Continue Reading

Tendência: Body chain + DIY

O Body chain é uma das tendências desse verão 2016 e acredito que irá se estender até o inverno e muitas famosas como Rihanna,Beyoncé e Miley Cyrus já aderiram a essa moda. Mas peraí, o que é body chain? Trazendo as palavras para o nosso português seria basicamente “corrente de corpo”

O acessório é uma espécie de corrente cruzado nas costas e barriga, mas existem outros tipos de correntes como como a arm chain (corrente de braço), hand chain (corrente de mão), thigh/leg chain (corrente de coxa/perna) O princípio é o mesmo, uma corrente cruzada em determinada parte do seu corpo.

Seja escondido como fez a minha amada Jennifer Aniston no Critic’s Choice Awards ou totalmente amostra como fez a ousada e goxxtosa Rihanna ele dá um charme a mais no visual, contudo é necessário personalidade para usá-lo.

São vários modelos do mais simples aos com várias correntes, e pode ser usado com seu biquíni – que deixa ele muito mais a mostra – ou em looks do dia como fez a Rihanna na última foto acima.  Ideal para croppeds e peças com decotes frontais e nas costas. Separei alguns looks para vocês se inspirarem

E hoje junto com essa tendência resolvi trazer um DIY de como fazer um desses em casa. Pra quem não sabe DIY é abreviação de Do it yourself que no portuga é “Faça você mesmo” basicamente um tutorial. 
É super rápido e barato! Eu paguei apenas R$ 5,60 por todas as peças pra fazer o meu então bora conferir?

Para esse DIY vamos precisar de 
1 – Alicate de bico
2 – Argolinhas (pacote por R$ 0,50)
3 – 2 metros de corrente (R$ 3,60)
4 – Pingente da sua preferência (R$ 1,50)
Opcional: Quando eu comprei os dois metros de corrente já pedi para a moça separar 1 metro do outro devido a eu não ter alicate de corte em casa, mas se você tiver poderá usar para cortar a sua corrente.

 Em primeiro lugar você precisa medir até mais ou menos seu umbigo para ter noção até onde vá o comprimento da corrente. Se você estiver utilizando a corrente inteira e não partida como eu, fará do mesmo jeito apenas cortando no local da sua preferência.
Em seguida vamos medir na cintura para saber o quão apertadinha ela irá ficar. Para mim o 1 metro de corrente serviu direitinho pois não queria algo muito apertado, mas se você quiser pode cortar.

Depois com o alicate de bico você irá segurar a argolinha e com a ajuda dos dedos mesmo (ou de outro alicate) irá abrir ela de forma que as correntes e o pingente passem por ela. Após a argola aberta é só passar as duas primeiras pontas da corrente.

 Quando você passar as duas primeiras pontas da corrente da parte cima é só colocar o pingente e posteriormente as outras duas pontas da segunda corrente.

 E utilizando as mãos mesmo, segurar com muito cuidado a argolinha para que as peças não caiam,  utilizar o alicate de bico para fechar a argola apertando de forma que ela volte a sua forma original.

Eu sempre gosto de após fechar ainda usar o alicate para apertar as duas pontinhas pelo lado a fim de que elas se grudem, vocês irão perceber caso na hora de apertar que se for com muita força as duas pontas irão se desencontrar.  E fim, o seu Body Chain está pronto!!
Meu resultado ♡

E aproveitando que eu já estava toda pronta resolvi bater mais algumas fotos pra vocês verem como ficou.

  Primeira foto com cara de boca aberta por que se não tivesse uma não era eu
Espero que tenham gostado do tutorial e não esqueçam de me marcar caso façam o Body Chain! E não deixem de curtir a fanpage do blog. Beijo


Continue Reading

O biquíni certo para o seu corpo

Um dos problemas mais comuns que eu vejo quando vou a praia são pessoas com determinados tipos de corpo escolhendo o biquíni errado pra usar, assim deixando uma impressão ás vezes de um corpo mais cheio, ou com menos atributos do que já tem (escondendo mais ainda bunda e peitos no caso das magras com pouco disso) 
Mas, você sabia que dependendo do biquíni que escolhe pode realçar coisas que não tem e esconder as que tem demais? E se você que se esbaldou na comida o ano todo, não quis ir pra academia ou seja deixou o projeto verão pra 2060 relaxa que dá pra disfarçar os lugares indesejados – só não vamos passar o verão todo de canga né monamu –
O biquíni nada mais é que uma peça de roupa normal – pelo menos pra mim – onde dependendo de qual tamanho, estampa e modelo você escolhe ele pode te deixar mais gorda ou mais magra. No entanto o primeiro passo para realizar a escolha do biquíni certo é reconhecer seu tipo de corpo.
1. As formas do corpo ampulheta são conhecidas como ideais. Ombros e quadris estão na mesma linha. Os seios são médios e as curvas são suaves e proporcionais. O ponto forte do corpo é a cintura fina.
2. Se seus ombros, quadris e cintura estão na mesma linha e suas formas costumam ser magras e com poucas curvas, você tem um corpo tipo retângulo. Suas pernas normalmente são finas e, se você ganha uns quilinhos, eles se distribuem de maneira equilibrada.
3. O volume maior da silhueta triângulo invertido está concentrado na parte de cima do corpo. Os ombros são sempre maiores do que os quadris, a cintura tende a ser reta, a barriga saliente, as costas largas e as pernas longas e finas.
4. Geralmente, a mulher de silhueta oval está acima do peso ideal para a sua altura. As linhas do corpo são curvas e o pescoço é largo. Já a cintura pode ser maior ou alinhada na mesma linha dos ombros e quadris.
5. Já ouviu falar da forma clássica da brasileira ou do corpo violão? Pois esse é o tipo de corpo pera. Os ombros são menores que os quadris, a cintura e braços são finos e bem desenhados, e os seios são de pequenos a médios.

As mulheres com o corpo tipo ampulheta tem o corpo considerado ideal. Mas, tem de evitar peças que escondam demais como calcinhas largas, ou que mostrem demais como a fio-dental. Nesse tipo de corpo vale usar e abusar de qualquer biquíni.

O formato de corpo retangular proporciona a mulher que o possui a liberdade de usar e abusar de informação tanto na parte superior quanto inferior, podendo assim utilizar babados, franjas e o amado cortininha.

No triângulo inverso ou triangular deve-se chamar atenção para o quadril e não para os seios. A parte de cima pode ser lisa e a calcinha colorida, também podendo usar os modelos de amarrar.

Se você não malhou e está com aquelas gordurinhas a mais e com vergonha de usar biquíni sem canga, cai fora dessa! As mulheres do corpo tipo oval podem utilizar calcinhas com lateral mais larga e partes que dê sustentação aos seios. As superiores de preferência estampada e a calcinha lisa, as duas em cores neutras. Outra maravilhosa opção para nós – rs – são os hot pants que são modelos com a finalidade de modelar o corpo.


Ao contrário do triangular o corpo tipo pera é útil chamar a atenção para os seios e não o quadril. Na parte superior vale usar peças coloridas e abaixo cores mais neutras. Calcinhas com lateral mais larga são uma ótima opção.


Longe de mim querer ditar moda ou padrões de beleza, mas o foco do post é que você acerte no biquíni e curta o verão sem medo algum. Porém se você ainda tem dúvida de qual é a peça certa pra você, eu achei um teste lá no site Revista Looks onde respondendo algumas perguntas você consegue ter uma base de qual é o biquíni ideal pra você! (Clique aqui)

 Beijos! :*
Continue Reading

Isso aqui é SC: Farol de Santa Marta

“Isso aqui é SC o melhor lugar do mundo” – MC Gabé
Nessa época de verão é meio óbvio que ninguém quer ficar em casa passando calor né? E muito menos viajar pra algum lugar que não seja atrativo/bonito, e a partir disso resolvi criar uma tag aqui no blog pra mostrar um pouco de SC e suas belas praias ao povo que ainda não conhece o nosso litoral. É claro que nunca viajei pra todas as mais belas daqui, mas as que fui posso contar e mostrar um pouco pra que vocês apreciem a beleza de cada uma junto comigo!
E começando essa série meio “Izabela dando uma de guia turístico” eu resolvi mostrar sobre uma das últimas praias que fui aqui na região que é o Farol de Santa Marta
 Foto do usuário @anderaos74 no instagram
E vamos as informações gerais:  Farol de Santa Marta é um farol localizado no cabo de mesmo nome, em Laguna, no estado de Santa Catarina, Brasil. A estrutura é uma torre quadrada, em pedra, que possui lanterna e galeria. Suas paredes possuem 2 metros de espessura. O farol eleva-se em meio a um grupo de casas térreas de faroleiros e outros edifícios. Além de ser localizado no ponto mais oriental da região, desde o século XIX o farol serviu para guiar as embarcações para longe da famosa Pedra (ou Parcel) do Campo Bom.
Além do Farol e a Capela localizado ao seu lado, próximo a Prainha existem enormes sambaquis, sítios arqueológicos onde as populações pré-históricas usavam como depósito de resíduos. As outras praias do Cabo de Santa Marta são a de Cardoso, a Cigana e a Praia Grande. Na Cigana, pode-se praticar sand board nas dunas. Todas são indicadas para banho e surfe.
Uma das coisas que eu mais considero bonito no farol e provavelmente é o que causa maior número de turistas, é a vista que você tem de cima do morro. Seja a vista do próprio Farol em si, ou das praias próximas como a da prainha. 
Foto do post anterior de agradecimento sobre 2015 foi tirada no Farol
Você sabia? O Farol de st. Marta também é conhecido pelo surfe e que em toda essa área pelo menos 11 praias próximas, sendo elas: Cigana, Cardoso, Praia do Meio, Santa Marta Grande, Galheta, Ipuã, Teresa, Siriú e Prainha – e eu que moro aqui só sabia 4 – 
O Cabo de st. Marta é muito movimentado durante o dia, e a noite os atrativos se direcionam para algo mais calmo, familiar e espiritual. Há diversos locais como a Tribo onde é possível curtir um encontro com os amigos ao som de um bom reggae.  Porém, um dos problemas principais pra quem já conhece o lugar, é a estrada de acesso. No entanto acredito que  a paisagem que possui compensa todo esforço de chegar até lá.
Sou suspeita a falar da paisagem dessa praia pois gosto de ir lá e encontrar um lugar para ficar pensando – em vários nada – e admirando as ondas quebrarem. E nessa brincadeira eu acabo perdendo horas haha. 
Agora deixo com vocês algumas fotinhos de lá.

Meu modelo e fotógrafo @gsaturno_

Espero que tenham gostado tanto desse lugar assim como eu gosto, espero que esse post ajude vocês em seus respectivos roteiros de viagem – e se por acaso aparecem aqui, não esqueçam da izinha aqui – e nos vemos no próximo post ♡
 
Continue Reading

É hora de agradecer


Um dos motivos no qual odeio essa época de fim de ano, é que começo a me tornar uma pessoa pensativa demais, não que isso chega a ser algo ruim, o problema é que minha cabeça trabalha demais e rápido demais. 
Quando chega meados do dia 28 pra frente minha mente começa com pequenos flashback do ano em questão, é hora de parar de pedir e dar espaço aos agradecimentos por tudo que me ocorreu desde Janeiro até aqui. Muita gente reclama do ano, que o crush não respondeu aquela olhada que você deu, aquele dinheiro perdido, aquele emprego que não deu certo, mas sou uma pessoa que acredita que nada te acontece por acaso, todo mal ou todo bem que você viveu um dia se torna aprendizado.
Logo de cara gostaria de agradecer a todas as pessoas que se fizeram presente, as pessoas que só queriam uma bebida na balada, e até mesmo a aquelas que deixaram minha vida uma bagunça. Obviamente as que estiveram presente merecem um carinho a mais, mas estas eu sei que estarão comigo nos anos seguintes. E é sempre bom ter aquela pessoa que deixa um rastro de caminhão na sua vida, mas até essa pode te trazer algo de bom pra vida, principalmente a lição de que você não deve se meter com gentinha tipo ela.
Aos tapas na cara que a vida me deu desde que o ano se iniciou, que fez eu tomar juízo muitas vezes (e ás vezes perdê-lo) as responsabilidades que tive, aos problemas que enfrentei com um sorriso no rosto, as oportunidades que me foram concedidas e que não deixei e a partir de agora não deixo mais passar. 
Em seguida as pessoas que estiveram presentes comigo desde que retomei o UT, que me acompanharam nas redes sociais, que leram meus posts por mais insignificantes ou sem sentido que parecessem. A cada comentário, a cada crítica que me fez crescer que na real eu tomo com um conselho. As pessoas podem não saber mas é uma responsabilidade e tanto ser blogueira, escrever algo, colocar seu ponto de vista em uma postagem, correndo o risco de ser criticada ou aplaudida por sua maneira de pensar, ou por seu gosto, mas é gratificante ser reconhecida por todo trabalho que você tem. Desde a coragem em postar algo, até divulgar isso para as pessoas.
Talvez os pedidos que eu fiz nas 7 ondinhas do Balneário Camacho entre 2014/2015 não tenham se realizado por completo, mas sou grata pelas realizações obtidas e que não estavam naquelas ondas. 2015 foi um ano ótimo pra mim apesar dos pesares. Passar na UFSC, descobrir o que realmente queria da vida, conhecer pessoas maravilhosas, visitar lugares dignos de uma belíssima fotografia, aquele plano de emagrecer que não deixei pra 2016 (mas que vai ser completado lá) ser aprovada no CT e no TCC, dentre outras coisas, são coisas que não estavam na lista mas que se realizaram e isso me deixa muito feliz.
Já gostaria de deixar um recado para 2016: Chegue logo. Não irei fazer pedidos e nem promessas, deixa que o que tiver de ser será, que você me surpreenda assim como o seu antecessor em número ímpar me surpreendeu. Se tiver de vir algo bom que venha pois estou de braços abertos, assim para as coisas ruins também, chega uma hora em que devemos pegar todo mal e transformar em coisa boa por que se não ninguém vai pra frente. Que eu possa agarrar tudo e continuar a subir os degraus da vida mesmo com muito peso sobre as costas.
Nos vemos no ano que vem, eu aqui atrás dessa tela e vocês lendo minhas asneiras.
Feliz ano novo pros meus poucos mas muito amados leitores!

Continue Reading