É hora de agradecer


Um dos motivos no qual odeio essa época de fim de ano, é que começo a me tornar uma pessoa pensativa demais, não que isso chega a ser algo ruim, o problema é que minha cabeça trabalha demais e rápido demais. 
Quando chega meados do dia 28 pra frente minha mente começa com pequenos flashback do ano em questão, é hora de parar de pedir e dar espaço aos agradecimentos por tudo que me ocorreu desde Janeiro até aqui. Muita gente reclama do ano, que o crush não respondeu aquela olhada que você deu, aquele dinheiro perdido, aquele emprego que não deu certo, mas sou uma pessoa que acredita que nada te acontece por acaso, todo mal ou todo bem que você viveu um dia se torna aprendizado.
Logo de cara gostaria de agradecer a todas as pessoas que se fizeram presente, as pessoas que só queriam uma bebida na balada, e até mesmo a aquelas que deixaram minha vida uma bagunça. Obviamente as que estiveram presente merecem um carinho a mais, mas estas eu sei que estarão comigo nos anos seguintes. E é sempre bom ter aquela pessoa que deixa um rastro de caminhão na sua vida, mas até essa pode te trazer algo de bom pra vida, principalmente a lição de que você não deve se meter com gentinha tipo ela.
Aos tapas na cara que a vida me deu desde que o ano se iniciou, que fez eu tomar juízo muitas vezes (e ás vezes perdê-lo) as responsabilidades que tive, aos problemas que enfrentei com um sorriso no rosto, as oportunidades que me foram concedidas e que não deixei e a partir de agora não deixo mais passar. 
Em seguida as pessoas que estiveram presentes comigo desde que retomei o UT, que me acompanharam nas redes sociais, que leram meus posts por mais insignificantes ou sem sentido que parecessem. A cada comentário, a cada crítica que me fez crescer que na real eu tomo com um conselho. As pessoas podem não saber mas é uma responsabilidade e tanto ser blogueira, escrever algo, colocar seu ponto de vista em uma postagem, correndo o risco de ser criticada ou aplaudida por sua maneira de pensar, ou por seu gosto, mas é gratificante ser reconhecida por todo trabalho que você tem. Desde a coragem em postar algo, até divulgar isso para as pessoas.
Talvez os pedidos que eu fiz nas 7 ondinhas do Balneário Camacho entre 2014/2015 não tenham se realizado por completo, mas sou grata pelas realizações obtidas e que não estavam naquelas ondas. 2015 foi um ano ótimo pra mim apesar dos pesares. Passar na UFSC, descobrir o que realmente queria da vida, conhecer pessoas maravilhosas, visitar lugares dignos de uma belíssima fotografia, aquele plano de emagrecer que não deixei pra 2016 (mas que vai ser completado lá) ser aprovada no CT e no TCC, dentre outras coisas, são coisas que não estavam na lista mas que se realizaram e isso me deixa muito feliz.
Já gostaria de deixar um recado para 2016: Chegue logo. Não irei fazer pedidos e nem promessas, deixa que o que tiver de ser será, que você me surpreenda assim como o seu antecessor em número ímpar me surpreendeu. Se tiver de vir algo bom que venha pois estou de braços abertos, assim para as coisas ruins também, chega uma hora em que devemos pegar todo mal e transformar em coisa boa por que se não ninguém vai pra frente. Que eu possa agarrar tudo e continuar a subir os degraus da vida mesmo com muito peso sobre as costas.
Nos vemos no ano que vem, eu aqui atrás dessa tela e vocês lendo minhas asneiras.
Feliz ano novo pros meus poucos mas muito amados leitores!

Continue Reading

Minha retrospectiva musical de 2015

Já devo ter comentado por aqui que sou o tipo de pessoa que tem uma certa preguiça em procurar músicas e artistas novos, devido ao fato de que eu sempre acho uma música interessante aí vou pra seguinte e me decepciono. Mas, 2015 foi um ano musical favorável pra mim por que descobri vários artistas novos, artistas velhos e músicas que vão além das que estão na boca do povo e por aí vai.
E foi pensando nisso, que resolvi fazer a minha retrospectiva musical desse ano, indicando os artistas ou músicas que conheci também pra mostrar cultura pra esse povo hahaha.  De começo já gostaria de agradecer aos meus amigos que tem um gosto musical ótimo e compartilharam alguns dos artistas comigo. 
Tiago Iorc
 
Vanguart
  
Qualquer Bordô
A Banda Mais Bonita da Cidade
Off the king
Johnny Hooker
Mallu Magalhães
Ana Vitória
Tiê
Fresno
 Tay Galega
Hewie
 Esteban Tavares
Ed Sheeran
Justin Bieber
 Maria Gadú
Clarice Falcão
Oriente
Capital Inicial
Soulstripper
 Humberto Gessinger
Apenas aguardo 2016 com muito carinho, e que ele seja tão repleto de músicas e artistas novos quanto 2015 foi. É claro que ainda tem muito mais artistas e músicas, por isso eu criei uma playlist lá no Spotify pra vocês verem o que mais eu ouvi esse ano além desses artistas que estão aqui. São cerca de quase 90 músicas pra vocês conhecerem artistas novos, velhos, e por aí vai! Clique aqui para ir para a playlist. Beijos ermõesss!!
Continue Reading

O charme do strappy bra

Se lembra da época em que mostrar a alça do sutiã era bem e todo mundo ficava “nossa, ela não sabe que com uma blusa normal não se usa um sutiã nadador?” pois bem, o strappy bra veio para acabar com essa visão distorcida que temos sobre a alça aparecendo. Sei que é esquisito pois temos essa sensação de desleixo (sutiã cor da pele, vermelho, alças relaxadas, ai, não força a barra né).

O Strappy bra nada mais é que um sutiã com diversas alças, sejam elas grossas ou finas, que fazem uma figura geométrica no corpo de quem a utiliza, elas foram feitas para aparecer mesmo, e serem utilizadas com roupas cavadas, ou decotadas, pois no final da produção são elas que darão um “tchan” a mais no look.

Como usar? 

No fim das contas elas combinam com (quase) tudo, e tem diversas opções de blusas para misturar. Regatas cavadas, blusas transparentes, peças com as costas expostas, decotes fundos, e relaxa nada disso vai ficar vulgar. Reuni alguns looks desses citados acima pra vocês se inspirarem (e não fazerem feio na balada / rua / campo / qualquer lugar)




Se você assim como eu adora pegar algo antigo e customizar, você pode sim fazer o seu strappy em casa, os materiais em quase todos os tutoriais são simples, linha, agulha, elástico da cor do sutiã, e um sutiã de preferência velho.


Ou se você também é das minhas e não sabe costurar pode optar por comprar também. Aqui em Tubarão encontrei na loja  Madu Griffes. Mas, se você não é daqui, uma das marcas favoritas e confiáveis é a De Chelles e também a famosa Hope (aqui em tuba tem no shopping mulherada!) ou então você pode escolher aquela que te deixa confortável e não aperta no corpo.

Esperam que tenham gostado da postagem, e se tiver alguma sugestão de look é só mandar nos comentários. Beijos!!

Continue Reading

Por que fins são necessários

Para dar inicio a outros começos.

Vamos partir do princípio de que: se acabou, acabou. Lacrou, fechou, encerrou, todo e qualquer sinônimo que possa ser encontrado para “terminou”, não adianta ficar ai chorando as pitangas e se questionando de um por quê que não deu certo, te dou uma resposta direta e simples: não era pra ser. Algumas coisas não encerram seus ciclos simplesmente por que chegou a hora, talvez a quebra deste pode ser o início de outro, e assim por diante, é óbvio que é muito fácil se lamentar e querer voltar atrás, mas tudo tem sua razão que só descobrimos mais tarde. É necessário desapegar de sentimentos e momentos do passado, para dar espaço a novos, uma hora todo HD enche e é preciso excluir alguns arquivos pra dar lugar a novos né?
Sei que funciona basicamente como aquela música que tem no seu celular que você não exclui por pena, mas pense que isso só faz com que ocupe memória, e assim são as pessoas, seja no quesito amizade ou relacionamento. Se você não termina por pena, não está prejudicando ao outro e sim a ti mesmo, mas eu entendo, sei como são as mulheres, se apegam a sentimentos iniciais e a partir disso ficam esperando que os meios sejam iguais os começos. Um segredo: eles não vão ser iguais. Ou as coisas se iniciam de um jeito e ao longo do trajeto continuam a caminhar igual, ou se no meio do percurso tudo já mudou desapega colega. E como diz uma das minhas escritoras favoritas “Leve para a vida: você pede uma, duas, três vezes… Na quarta é hora de tomar uma atitude”
Não sou a melhor pessoa pra falar sobre isso devido a um belíssimo fato de que me lamentei durante umas 3 semanas da última vez que isso aconteceu, mas uma hora a gente cai na real de que tem que abrir as portas para novas pessoas entrarem e iluminarem sua vida, criarem novas histórias, e por aí vai. Claro, vamos guardar todo o sentimento bom e os momentos num lugarzinho do coração, lembrar das pessoas que passaram na nossa vida com um sorriso no rosto, apesar de ás vezes elas passarem, marcarem e saírem da sua vida, sempre deixam algo de aprendizado pra gente como por exemplo uma atitude errada que você tem, pessoas que não te somam e você não vê e por aí vai.
E que assim seja, que venham novas pessoas, novos amores, novas amizades, novos momentos bons e ruins, por que tudo nessa vida é necessário e passageiro, até mesmo as coisas ruins. Que eu voe muito alto e que uma hora dê com a cara no chão pra aprender a me portar perante determinadas coisas, mas que jamais, em hipótese alguma, eu volte a me prender a sentimentos que já aconteceram e que não me pertencem mais, ou que simplesmente sei que não vão me trazer benefício algum a não ser lágrimas e porquês. E a partir disso, desejo-me lembrar de todas as coisas boas que já me aconteceram, todas as histórias criadas, os momentos bons, mas que no fim não passem de lembranças e não uma tentativa de trazer o passado de volta ao presente.
Continue Reading

Diário de uma (ex) gorda: o fit camp

Um dos principais motivos pelo qual eu comecei a minha jornada nesse mundo saudável foi o fit camp, quem me acompanha na página do facebook ou no snapchat (izabelacarrion) sabe que todas as terças, quintas e sábados eu estou treinando. E sendo este um dos primeiros motivos no qual eu iniciei essa minha jornada, vim explicar pra vocês o que é (já que algumas meninas me perguntaram também)

O fit camp é um treino promovido pela equipe da Herbalife, sim aquela que faz chás e shakes, o que não são seus únicos produtos porém os mais conhecidos. Conheci esse espaço do fit através da Shelen (uma das loucas que sempre vai comigo que tá la na pagina) que conheceu através da Mary (outra louca que também tá lá), fui  numa terça feira a noite, eu não tinha a mínima noção do que era, o que faziam, só sabia que era um treino funcional. Chegando lá, no segundo horário, fiz meu primeiro treino do dia e gostei, senti várias dores tanto nas pernas quanto no abdômen, mas até então tudo bem. Vim para casa, descansei, no outro dia de manhã veio a surpresa: eu estava toda dura! Mal conseguia mexer as pernas, os braços então doíam demais!! Eu jurei no grupo do whatsapp que não iria mais (isso foi numa quarta), chegou na quinta eu fui e fiz os dois horários, e desde então não desisti.

O mais legal da história é ter pessoas que te acompanhem nessa caminhada, sejam elas magras ou gordas, todo mundo quer chegar na sua melhor forma. Ou para emagrecer, ou quem já é magra, endurecer determinadas partes do corpo. Depois que comecei a ir faltei apenas um dia por motivo de doença, já treinei sozinha, e não paro (e nem pretendo).

Na primeira foto, eu Shelen e Mary; Na seguinte nós 3 de novo e outras duas meninas do fit; Na terceira foto nós e nosso couch Marcus; Quarta foto é o meu segundo chá do treino, a quinta foto é meu shake, e a sexta sou euzinha!

Mas, lá também tem os “personais” que na verdade são chamados de couch, os meus são o querido casal Marcus Maia e Aline Elosat que vocês podem ver a página deles aqui, que são as pessoas que te orientam a tomar os produtos da maneira correta, a se alimentar corretamente também. Caso você queira se desafiar, pode entrar no desafio fit de 4 semanas, ou vip de 90 dias e conversar com eles pra saber como funciona. Óbvio que tudo isso cu$ta uma certa quantia, mas já parou pra pensar o quanto você pode economizar de remédios, pizza, fast food, e ter uma vida saudável? Se você tem um objetivo tem que traçar uma maneira de chegar até eles, e não adianta reclamar “não dá, não tenho dinheiro” se você não faz nada pra mudar isso.

Além disso, há quem diga que esses produtos fazem mal, ou que não adiantam, óbvio que não vai adiantar se você comer um prensadão e depois tomar um shake esperando que o milagre aconteça né? Os produtos são uma suplementação, assim como por exemplo o Whey e outros negócios de academia, porém eu acho que são muito mais gostosos (principalmente o shake de doce de leite com paçoca que é puro amor)  E uma das coisas que mais me encanta e faz com que eu vá, é o fato de eu poder escolher tomar ou não os produtos lá, óbvio que eu tomo em casa pra ter um resultado melhor, mas a liberdade faz com que você experimente uma vez por livre e espontânea vontade, e se gosta (e eu sei que vai gostar) acaba entrando nos desafios e tomando/comendo as coisas em casa.

Na foto, meu segundo chá do treino e meu amado shake de doce de leite com algo que não me lembro
Um dos motivos pelo qual continuei o fit camp foi: atividade física, precisava de algo que não fosse solitário como academia, e que me motivasse a ir, e fazer alguma atividade com rotina. Em segundo lugar a minha busca por uma melhor respiração, sou daquelas pessoinhas que tem adenoide, uma espécie de “esponja” (é isso produção?) no nariz que faz com que muita gente ronque, ou não respire bem pelo nariz, e como morro de medo de cirurgia, vou em busca de tentar controlar a respiração, e em terceiro e último lugar: buscar a minha melhor forma. Sempre fui gordinha mas decidi a mudar meu estilo de vida, tanto é que em duas semanas de fit emagreci quase 4 kilos, mas não só fazendo a atividade e sim regulando minha alimentação.
  
Os treinos são terças e quintas das 19 a umas 20:15, das 20:30 a mais ou menos 21:15, e sábado as 16 horas. Quem quiser saber mais um pouco sobre o fit e como ele funciona pode me chamar na aba de mensagens lá da páginajuro que não mordo e nem vou brigar com vocês rs, ou podem procurar direto o Marcus e a Aline na página deles.
Espero ter esclarecido algumas dúvidas sobre o que é essa atividade que eu tanto posto foto, e como já disse se tiverem alguma pergunta é só me chamar que eu respondo!  

Continue Reading

A escolha é sua: Redes de Computadores

Não sou mais da turma de terceiro ano em que tenho que escolher minha profissão, por motivos de que já me formei, e já sei o que quero. Mas, quando estamos entre o segundo e terceiro ano do ensino médio (ou até pra pessoas que se formam mas não tem nenhuma noção do que querem seguir) somos obrigados a decidir o que e quem seremos dali pra frente, uma vez postei aqui no blog um texto a respeito disso, e foi re-lendo esse texto que resolvi criar essa tag sobre faculdades, ocupações, coisas pra você se identificar e seguir.
Pra começar eu resolvi falar um pouco sobre a minha futura profissão escolhida que é Redes de Computadores. 
Por que escolhesse Redes?
Para início da conversa digamos que eu não escolhi fazer redes, foi redes que me escolheu. Tudo começou quando eu vi na televisão e na internet uma oportunidade de fazer curso técnico em Redes de Computadores aqui no SENAI de Tubarão, o curso era Pronatec (daqueles em que você não paga para estudar, e sim ganha estudando) então eu pensei por que não? Desde pequena sempre gostei de computadores e afins, mas nunca tive uma área específica da tecnologia, e foi fazendo redes que eu descobri o que realmente queria e fazia eu me sentir bem.
O que faz um profissional de Redes?
Basicamente envolve a comunicação de computadores dentro de um espaço, a construção de servidores de rede e seus respectivos serviços, a configuração de ativos de rede (equipamentos).
O profissional de Redes é o principal responsável por projetar, instalar, configurar, testar e manter infraestrutura de redes de computadores dentro das empresas. É ele quem desenvolve o projeto e instala, levando em consideração as necessidades do cliente, trabalhando fatores como o número de computadores e os softwares presentes em cada máquina.
Para executar tais tarefas é imprescindível que o Tecnólogo em Redes tenha conhecimentos avançados em sistemas operacionais (Windows e Linux). Isso porque o seu principal desafio é combinar as estruturas físicas de uma empresa com as funções e atividades desenvolvidas em cada computador conectado, para que tudo funcione perfeitamente.
As principais atividades desenvolvidas por um Tecnólogo da área são:
  • Projetar, instalar, configurar, testar e manter computadores em rede com os principais sistemas operacionais de uso comercial na atualidade;
  • Projetar, instalar, configurar, testar e manter aplicações e serviços de redes;
  • Obter uma visão estratégica e inovadora sobre a aplicação da tecnologia em redes no seu campo de atuação;
  • Diagnosticar e solucionar problemas relacionados à comunicação eficiente de dados e à segurança de redes; (Paulo de Tarso do UNIPE)

Onde posso encontrar esse curso?
O problema dessa área (ao menos aqui onde moro) é que poucas pessoas prosseguem nela, o que fez com que a Unisul (faculdade privada daqui) fechasse sua turma de redes. Mas, no SENAI é possível encontrar este curso, além do direito de fazer os CCNAs da Cisco (uma das marcas mais conhecidas por profissionais da área) fora toda disponibilidade de realizar atividades práticas com equipamentos reais.

Qual o salário para este profissional?
O salário inicial para esse profissional é de R$ 2.000,e o que me fez ter maior interesse na área é o fato de que o mercado é muito grande, e cada vez mais as pessoas precisam que alguém configure e deixe operante. Fora que a área de Tecnologia é muito mas muuito gigantesca.

Faculdade ou curso técnico?
Ao longo desses dois anos de caminhada tive muita dúvida entre fazer a faculdade em si ou apenas o curso técnico, e meus professores sempre aconselharam a assim que terminar o curso procurar fazer uma especialização em algo, ou LPI (linux), Red Hat, Cisco, Dell, qualquer coisa do gênero.

Em breve venho com mais profissões e informações sobre cada uma delas com estudantes dos próprios cursos, beijo!

Continue Reading

Quero fazer uma tatuagem!

O post de hoje é mais um desejo pessoal do que algo que realmente vá te influenciar, mas desde pequena estou acostumada a ver minha irmã fazer as tatuagens dela e sempre achei muito bonito. É claro que a tatuagem precisa (ou talvez não, vai saber) ter algum significado, afinal de contas é algo que vai ficar no corpo da gente pro resto da vida né?

Mas como se não bastasse todo esse meu desejo de me rabiscar, eu tenho medo de agulhas, SIM, a pessoa que mais almeja fazer uma tatuagem morre, infarta, dá uma de Juliana e desmaia, de medo de agulha. Sou uma negação pra fazer exame de sangue (graças a deus no serviço só precisa de um por ano) e sou daquelas de que se tá doente e tem duas opções pra melhorar : ou toma uma injeção e passa na hora, ou toma remédio que só vai fazer eu melhorar em 5 dias, eu tomo os remédios.

Essa tatuagem da foto acima não é de verdade (really?) fiz ela na viagem do terceirão ano passado lá em Balneário Camboriú, onde na praia você encontra vários caras que fazem tatuagem de rena(?) por 20 ou 30 reais. Mas tenho que admitir que minha tatuagem não durou muito, pois o moço pediu pra que esperasse uns 10 minutos pra secar, mas, como sou um boto e amo mar não consegui me aguentar HEHEHE, no entanto, as que meus amigos e amigas fizeram e tiveram a paciência de esperar duraram uns 15 dias.

 
Como eu disse as tatuagens tem que fazer sentido pra mim, por que vão caminhar com você o resto da vida. As duas tatuagens que sonho em fazer são a de um número 2 em romano (essa acima), por que vem de um provérbio de que “Tudo que é bom na vida, vem em duplicidade”, e pra mim isso fecha muito por que combina com meus dois irmãos, meus pais, minhas amigas sempre são em pares também. As pessoas que me conhecem sabem que sou viciada em signos e todos esses negócios, então fui pesquisar qual era a numerologia do meu nome e adivinha? É O 2! HAHAHA

“Havia um homem que costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: ISSO TAMBÉM PASSA…então perguntaram à ele o por quê disso… ele disse que era para se lembrar que, quando estivesse passando por momentos ruins, poder se lembrar de que eles iriam embora, e que ele teria que passar por aquilo por algum motivo. Mas essa placa também era para lembrá-lo que quando estivesse muito feliz, que não deixasse tudo pra trás, porque esses momentos também iriam passar e momentos difíceis viriam de novo…E é exatamente disso que a vida é feita: momentos!
Momentos os quais temos que passar, sendo bons ou não, para o nosso próprio aprendizado. Por algum motivo… Nunca esqueça do mais importante: NADA É POR ACASO ! Absolutamente nada. Por isso temos que nos preocupar em fazer a nossa parte da melhor forma possível.”
Essa história resume a razão de eu querer tatuar “isso também passa”, sempre foi uma frase que utilizei pra minha vida, tanto em momentos bons quanto os péssimos.

E vocês tem vontade de fazer alguma tatuagem? Alguém também quer fazer e tem medo de agulha? Se alguém ai já fez…. doi? HAHAHA, me contem nos comentários!

Continue Reading

Diário de uma (ex) gorda: o pontapé

Que atire a primeira pedra quem nunca chutou o pau da barraca e disse: que se dane eu vou ser gordinho(a) mesmo, eu não me importo eu vou ser magra(o) / seca(o) mesmo! 
Essa era eu, a mais ou menos 2 a 3 semanas atrás. Aceitei minha condição e fui feliz da vida comer uma barra de chocolate pra comemorar, até minha linda amiga Shelen me insistir pra mudar de estilo de vida. 
Digamos que eu sempre tive vontade de emagrecer e ter um estilo de vida mais saudável, porém sozinha meio que desanima e eu não tenho a mínima paciência pra ir a academia, por achar um lugar (normalmente) fútil e tão desanimador, por que no fim é só você, um peso, ali bem tansa, ouvindo aquela playlist brega de 2010 tocando sempre as mesmas músicas que você vai treinar e fim. Como eu posso falar isso? Eu já fiz academia, sozinha, tenho um estilo de vida agora que basicamente se ninguém vai comigo eu vou sozinha, então achava muito deprimente.
Ai um belo dia ensolarado de trabalho, minha amiga (já falei o nome dela) me convidou pra entrar pro Fit Camp aqui em Tubarão, wait what? Não vou contar o que é agora, ao longo do “diário” vocês vão descobrindo. Foi a partir daí que senti mais vontade de mudar.
O primeiro passo pra você perder peso é: queira, lute, não desista. Só pra lembrar, mudanças não vem da noite pro dia, se você começar sua atividade física hoje não vai secar a gordura amanhã, mas se você realmente quer algo (como quando um adolescente doentio quer um celular, ou notebook) invista nisso. A maior prova disso é que eu com duas semanas passei de 72 kilos pra 69,25, não é uma grande evolução, mas já é um grande passo.
O segundo passo é: auto-confiança. Quando você tá lá pulando e saltitando e as gordura tão batendo na sua cara, não é motivo pra você se sentir triste por que tem, mas sim por que vai queimar (eu disse queimar e não perder, por que quem perde acha).
Terceiro e último passo: pesquise. Não adianta fazer dietas milagrosas, comprar tudo que venha com o rótulo integral e detox no mercado e achar que vai fazer a diferença, e você talvez nem precise desembolsar tanto dinheiro por uma coisa (sou a prova viva disso).
No fim eu falei de tudo e não expliquei nada, mas relaxa, eu não parei esse projeto de diário aqui, conforme vou avançando vou documentando tudo e mostrando pra vocês a minha evolução! E vale lembrar que não virei mariafitnessfocoforçafé25horaspordiasócomidalightefútil , me baseio um pouco na página Fitness de Pobre pra seguir meu estilo e também a partir das minhas condições financeiras e físicas. 
Vocês podem acompanhar meu dia a dia (fitness ou não, só pra ter o que fazer mesmo) lá no snapchat! É só seguir o izabelacarrion e acompanhar minhas comidas, minhas loucuras, enfim, vocês já me conhecem né.

Continue Reading

E como eu amei te ver!

“Se alguém já lhe deu a mão e não pediu mais nada em troca, pense bem, pois é um dia especial”
Quem me conhece sabe que eu ando numa vibe muito MBP (MBP não é coisa de velho, velho é seu conceito) desde que comecei a curtir a página do Brasileirissímos. Na verdade, essa paixão platônica vem de ficar ouvindo Maria Gadú pra poder escrever o TCC nas madrugas do final de semana.
Tiago Iorczeski mais conhecido como Tiago Iorc, é um compositor brasileiro de 29 aninhos, muito conhecido (ao menos pelas pessoas ao meu redor) por cantar Morena do Los Hermanos, e como eu possuo uma grande preguiça de procurar por músicas novas de cantores (por que eu simplesmente acho que vou me decepcionar com outras músicas) que conheço acabei ligando o botão de repete nessa música mesmo. Mas, como eu tenho um amigo incrivelmente fod* quando o assunto é música seja ela internacional ou nacional (valeu Danrlei!), acabei conhecendo o disco novo do Tiago chamado Troco Likes.
Uma das coisas que eu mais tive curiosidade em ir procurar as canções do disco novo dele, é pelo simples fato de uma das suas músicas ser em parceria com meu muso inspirador Humberto Gessinger, se tem o tio 1berto então é sinal de que a coisa é boa, e realmente foi assim, e eu não me decepcionei com a música Alexandria composta em parceria do Tiago com o 1berto. Ele também escreveu a música Coisa linda com Leo Fressato dedicado a sua namorada Isabelle Drummond, não é lindo gente?
Amei te ver, Cataflor e Sorte também são outras canções do disco que não me deixam mentir a beleza e poesia que este possui, além disso, Tiago é conhecido não só por escrever canções mas também por regravar (e deixar ainda mais lindo) músicas de outros artistas.

Dia especial e Música inédita são duas composições da banda gaúcha Cidadão Quem, sendo a primeira delas regravada por Tiago com Julia Leindecker, filha de Luciano Leindecker (morto por vítima de câncer esse ano) em homenagem ao pai. No clipe, Tiago tenta fazer a menina rir.

Já em Musica inédita , Tiago regravou ao lado de Maria Gadú ( <3 ) sendo um vídeo espontâneo, já que o cantor conta ao Portal Vírgula que simplesmente foi gravado na sala do seu apartamento, e que basicamente não havia roteiro.

Falei demais né? Vou deixar umas canções dele aqui em baixo e vocês me contem se estou errada ou não sobre esse artista maravilhoso!

Continue Reading

Ame-se

O título do texto é basicamente isso mesmo, se fosse a redação do enem talvez eu logo de cara seria desclassificada por um título tão pequeno, mas é ele quem traz sentido a todo esse jogo de palavras que eu agrupei que chamo de texto.
Existem pessoas que parecem se sentir sujeitas a viver da sombra dos outros, a apenas admirar o quanto as próximas são bonitas e bem sucedidas, sabe aquele provérbio de “se sua estrela não brilha, não puxe gato da minha?” é exatamente isso. Ou então, simplesmente querem viver da sombra dos outros, se menosprezando e nunca se achando bonita o suficiente pro mundo.
Uma das maiores coisas que o ser humano pode ter por si é o amor próprio, não há nada mais belo (dependendo da grandiosidade do sentimento) e que leve cada um adiante, quando falo em amor próprio não estou querendo dizer arrogância, está longe disso, mas sim, o sentimento de que você não precisa de ninguém para se completar, tem de se bastar sozinha.
O fato é que nem sempre acordamos de bom humor, há dias em que nos olhamos no espelho pela manhã e aquela espinha horrível nasceu no lugar errado e na semana errada, verdade, mas pra isso existe maquiagem né? “Aí já é ser falsificada” claro que não, toda famosa utiliza de boa (e cara) maquiagem pra esconder suas imperfeições. A partir desde ponto, não é razão para que mesmo quando isso não acontece, nos acharmos feias demais, gordas demais, ou coisas além do que somos demais.
A verdade é que cada um é bonito do seu jeito, ponto final. E a partir do momento que começamos a irradiar essa luz de amor próprio, nenhuma luz negra de inveja poderá nos atingir. Vestir uma roupa por que esta faz você se sentir bem, usar um batom roxo por que essa é a cor do seu horóscopo do dia, use, seja, faça! O mal da sociedade é julgar o próximo, mas quando o seu amor por si for tão grande a ponto de não se importar com o julgamento alheio, meu bem, não há quem derrube esta barreira.

Essa é minha palavra final, ame-se, se ame, se adore, se idolatre! Olhe pro espelho e perceba o quão única você é, por que apesar do espelho não mostrar e o número de curtidas no facebook não parecer, você sim é bonita,  e não precisa que números ou um reflexo te diga isso. E sabe por que as pessoas são tão belas? Por que nenhuma é igual a outra, de aparência física ou psicológica, cada um possue a sua condição e é isso que nos torna uns diferentes dos outros.

Continue Reading